O Microsoft Power BI é um serviço em nuvem de business intelligence de autoatendimento. Ele oferece aos clientes de negócios não técnicos ferramentas para agregar, analisar, visualizar e compartilhar dados. A interface do Power BI é bastante intuitiva para os usuários familiarizados com o excel. A sua profunda integração com outros produtos da Microsoft o torna uma ferramenta bastante versátil que requer muito pouco treinamento inicial. Veja, neste artigo, como essa ferramenta pode fazer a diferença nos seus negócios!

1. Dados mais acessíveis

O Power BI foi criado para integrar-se à tecnologia da Microsoft, como documentos do SharePoint ou bancos de dados SQL. Ele também aprimora outras soluções. O Power BI se conecta a diversas tecnologias comuns de software que empresas já usam e extraem dados, em um painel centralizado e de fácil gestão.

Como a modelagem de dados é um serviço primário do Power BI, os usuários não precisam modelar elementos em sistemas nativos antes de integrá-los. Isso significa que os dados podem ser extraídos diretamente dos sistemas em nuvem, local e híbrido (dependendo do pacote de software). Não há necessidade de exportações e importações manuais complicadas!

2. Controle de acesso

O Power BI configura o comando de acesso por meio do Active Directory (AD) — o mesmo painel de controle que uma organização usa para outras soluções da Microsoft. Contudo, o que torna o Power BI diferente é o controle em nível de linha. Isso permite à sua equipe conceder e rescindir o acesso em um nível muito controlado.

Por exemplo, por meio da automação do Power BI, você pode controlar quais membros da equipe têm acesso a linhas específicas de dados nos relatórios. Isso significa que você pode usar os controles de acesso fáceis de implementar para definir regras como “apenas mostre dados das linhas 6-10 da contabilidade”, enquanto os executivos podem ver todo o relatório.

3. Segurança robusta

A vantagem de segurança do Power BI são os pacotes de conteúdo — os usuários de dados podem visualizar sem ter acesso ao banco de dados. Isso permite que eles vejam gráficos e tabelas, mas não manipulem dados brutos. Também protege contra erros humanos e torna o Power BI compatível como um sistema, já que os dados são criptografados em repouso.

Isso não apenas torna os dados mais seguros, mas também aumenta a utilidade de seus relatórios. Você pode investir tempo criando um único relatório e usar controles de acesso para restringir quais elementos os usuários podem ver. Esse tipo de filtragem de segurança é muito mais fácil — e menos dispendioso — do que criar e manter relatórios para cada membro da equipe.

4. Facilidade de implementação

Poucos recursos de TI são necessários para implementar o Power BI. Na verdade, algumas instâncias não exigem nenhuma engenharia. Os gerentes simplesmente precisam criar uma chave de API e conectá-la ao software.

Se sua organização já usa sistemas Microsoft, o uso do Power BI parecerá natural. Ele se integra facilmente aos grupos do Office 365 e às equipes da Microsoft. Sem custos elevados de criação ou treinamento extensivo, os benefícios financeiros da implementação do Power BI são imediatos.

5. Concentração nas métricas importantes

Reunir insights a partir de seus dados é muito fácil com a simples experiência de usuário de arrastar e soltar do Power BI. Você pode encontrar rapidamente os dados que está procurando e visualizá-los em relatórios apresentáveis e interativos. Depois de ter um relatório, você pode salvá-lo no seu painel pessoal.

Imagine ver todos os seus dados — de todos os seus aplicativos — em um painel. Por exemplo, em uma situação na qual, para tomada de decisão ou análise, você precise ter acesso rapidamente a todas as suas métricas financeiras, números de produtividade dos funcionários, pontuações de satisfação do cliente e métricas de marketing, você tem tudo isso em um só lugar com o Power BI.

Agora que você conhece o Power BI, confira 5 Novidades Tecnológicas Para Você Ficar de Olho em 2018!

BI Leader na AlfaPeople