Se você trabalha com tecnologia da informação há algum tempo, sabe que algumas tarefas são invariavelmente mais difíceis que outras, não importa o quanto você se prepare. E integrar sistemas diferentes é uma delas. Todo projeto com integração de sistemas é ao menos um pouco mais complexo e demorado. Mas a Microsoft tem uma nova abordagem em negócios e produtividade que mudará esse cenário para sempre – para quem usa as soluções Microsoft.

Integração de sistemas pode ser difícil. Coordenar prazos e comunicação entre múltiplas equipes e empresas pode facilmente levar a problemas de planejamento. Linguagens de programação e plataformas diferentes muitas vezes não possuem conectores, que custam tempo e dinheiro para desenvolver. Mas não é só. Bancos de dados integrados muitas vezes significam dados redundantes, duplicados em aplicações diferentes, o que não é bom para automação, analytics e relatórios.

A Microsoft está disposta a mudar esse cenário. A empresa está fazendo um forte movimento em direção de uma solução unificada, que agrega suas melhores ofertas em algumas poucas famílias de software que minimizarão a necessidade de integração de sistemas – se é que você precisará de alguma. A posição única da Microsoft como líder de software para negócios e consumidores é que torna isso possível. Com o Dynamics 365 e o Office 365 combinados, o mundo tem sua primeira solução de produtividade e negócios end-to-end, com tecnologia de ponta.

O Office 365 é a solução líder para produtividade com o Outlook, Word, Excel e PowerPoint. É uma solução que roda em qualquer lugar, nuvem, desktop, web e mobile. Nela, você também tem direito a uma oferta completa de e-mail corporativo. E agora que Skype e LinkedIn se juntaram à lista, é difícil pedir por mais aplicativos de produtividade na mesma solução. É tudo Microsoft.

O Dynamics 365 uniu as soluções de CRM e ERP da Microsoft em um pacote, adicionando também um framework de desenvolvimento rápido de apps (PowerApps), um produto de serviço de campo (Field Service) e uma solução de gerenciamento de projetos completa que tem o Microsoft Project no seu core (Project Service). Além disso, você também tem acesso ao PowerBI, Azure e Cortana com suas capacidades de Inteligência Artificial.

Se uma empresa planeja usar todo o stack Microsoft, não haverá muitas oportunidades de integrá-lo com outros produtos. Não há muito mais com o que integrar, quando você tem tantos produtos desenvolvidos com a mesma tecnologia, hospedados pela mesma plataforma, e idealizados pela mesma empresa e estratégia de mercado. Alguns podem dizer que isso é uma tendência, com outros fornecedores ampliando suas soluções e extraindo frameworks delas, mas não são muitos que possuem software em áreas tão diversas para encarar o desafio.

Bruno Rodrigues

Bruno Rodrigues

Executivo de Marketing Digital